Posts By Viviane de Almeida

Escreve para mim, ela pediu com a mão pendurada para fora da janela do vagão do trem que aquecia os trilhos. Escreve para mim, ela anotou no papel branco, rasgado de forma descuidada, de uma folha qualquer de algum lugar que passaram juntos, ela não se lembrava, mas foi o que escolheu para passar da sua mão para dele antes…

Todos os dias parece que ela faz tudo sempre igual. Mas não faz. Não faz porque não sabe como, e o como, é o modo da organização do mundo. E se eu quisesse desorganizar o plano e em vez daquele, apanhasse outro avião. Como seria acordar num outro lugar, sem planejar, como é mesmo que se salta? Anoto no caderno,…

E se fosse possível contar o tempo de trás para frente: a noite antes do dia, o casamento antes do primeiro beijo, a velhice antes da infância? Será que faria diferença ou a vida precisa do tempo do relógio para acontecer? Hoje acordei com vontade de ser amanhã. Nada de estranho – você diria. Quem é que não espera por…

Com calma, com tranquilidade. Sem atravessar. Devagar… assim devem ser os relacionamentos. Viver com pressa e na pressa só terá como consequência o acelerar do ritmo cardíaco e em breve o desacelerar do seu batimento. Ficaremos cansados e sem fôlego para reagir a um imprevisto, quando ele quiser aparecer, sem aviso, como é da sua natureza. Com tempo, vemos melhor,…

É definitivo. Hoje acordei. Cada dia pela manhã, o sol já está lá quando acordo. Tem dias que ele brilha forte, outros que não aparece, mas a luz não falta. Raramente acordo de madrugada, mas a sensação é bem diferente. Parece que está pela metade. Que é provisória. Quando acordamos, a garantia de que, mais um dia estaremos por aqui, parece inquebrável. A rotina se instala,…

Música de Inspiração: “Sem fazer planos do que virá depois, o meu coração pode amar pelos dois.” Trecho bonito de música, mas será que na vida real é assim? Amar pelos dois parece ser um comportamento generoso, um coração que são dois e batem por dois. A ideia de alguém que ama por você parece romântica, mas também poderá ser…

Você viu o segundo que passou? … não!? A maioria de nós não viu o segundo passar, mas essa “coisa” minúscula, partícula, leva com ele o nosso tempo. Há tanto por fazer – você diria. Pois há! – respondo, mas se você não se deu conta que o segundo passou, enquanto escrevo esse texto, no trânsito, esquecendo de dizer bom…

Não sei se já aconteceu com você, mas quando chega a primavera, e a temperatura vai do glacial ao infernal, resisto sempre em tirar o casaco, mesmo que marque no relógio digital da rua 27 graus. Deve ser algo parecido com a sensação de casulo, que alguns especialistas afirmam, para justificar a gordura localizada, a mais, em algumas partes de…

Sabe aquele ímã que desliza na porta da geladeira? Ou aquele post it, amarelo, que dobra nos lados, como um barco de jornal que mais parece um chapéu quando você pressiona contra o papel? Há pessoas assim … Sem cola. Os “sem cola” são pessoas mais escorregadias que a pele lisa de uma cobra. De tocar, dá repulsa. Você sente um leve frio, como…

- “Ostracismo” – ouvi um homem dizer ao celular enquanto caminhava na rua. Nunca havia pensado que o ostracismo poderia vir de ostra. O significado da palavra remete à exclusão, ao exílio, por fim, ao afastamento. Uma ostra é algo que está fechado. Difícil de abrir. “Ostra feliz não faz pérola”, é o título de um livro de Ruben Alves, mas será que teremos sempre que…

12
Close