Dia desses me peguei com o seguinte dilema: eu fico mais constrangida indo à depiladora ou ao ginecologista? E aí cheguei a conclusão de que não existe resposta exata para essa indagação, mas acredito que na maioria das vezes as coisas sejam um pouco mais fáceis numa visita à ginecologista. Vem que eu te explico!  

Preparação

Para os dois encontros há a necessidade de caprichar na higiene. Nós levamos isso tão a sério que para ir ao ginecologista nos depilamos. Agora fazer depilação para ir à depiladora seria a mesma coisa que fazer faxina para receber a faxineira. Sendo assim, a depiladora pega o cenário mais tenebroso no que diz respeito ao “visual”.

Procedimento

Quanto aos procedimentos, o ginecologista segue com vantagem. Primeiro porque apesar de ter toda a sua intimidade exposta, há o conforto de um paninho que nos separa do profissional. Com a depiladora é face to face, ou face to…nada separa você do seu constrangimento.

Segundo porque o médico sabe exatamente o que precisa ser feito, ou seja, tudo que a gente precisa fazer é ficar quieta e aguardar que o procedimento acabe. Já com a depiladora, você ainda precisa executar comandos, decidindo se quer virilha total, cavada, cavada com faixa etc.

Vunerabilidade

Aqui deu empate! Por incrível que pareça quando vou ao ginecologista a coisa que mais me deixa apreensiva é o momento do exame da mama. Você tá aí exposta e o médico/ médica começa a esfregar as mãos para que não deixe você com frio. Uma vez a médica, na tentativa de me deixar mais confortável, tentou engatar um papo perguntando se eu estava gostando da Copa…e eu tipo: Oi?

Já na depiladora, depois do puxão da cera, elas sempre vem com uma “mão amiga” para tentar aliviar a sua dor. E apesar de ser uma situação extremamente embaraçosa, quem já fez depilação sabe que nesse momento a coisa que mais se deseja é esse toque!

Tempo e auxílio

E mais uma vez o ginecologista leva vantagem, pois ele faz todo o seu trabalho sozinho, de forma rápida e sem necessidade de ajuda. Já a depiladora tem que passar pelo menos duas “de mãos” de cera para o trabalho ficar bom, e se ela for muito perfeccionista, certamente vai pegar uma pinça e arrancar os pelos mais resistentes. Todo esse trabalho leva tempo e em alguns casos ela pede seu auxílio para segurar uma parte aqui ou ali.

Mas apesar de todas as evidências de que ir à depiladora é mais constrangedor do que ao ginecologista, a que vem para tirar qualquer dúvida é quando ela termina toda a parte da frente e diz: vira! Não existe maior constrangimento do que deixar o seu cofre a mostra.

 

Leave a comment

Sobre o Autor

Aline Marinho

Formada em Letras e apaixonada pelas palavras. Livros, filmes, séries e gatos são objetos de minha devoção. Optei por ver a vida pela ótica do humor.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz
Close